Tag Archives: jovens

21/10/20

Gerações: passado, presente e futuro

Você já ouviu falar em Estudo das Gerações? Esse estudo é utilizado para descobrir os principais hábitos, valores e ideologias das pessoas, e entender como o contexto social, político e histórico influenciam as suas vivências e projeções profissionais. Como o mundo está em constante transformação, é utilizado um recorte temporal como referência para compreender as características de cada público. Por exemplo, pessoas nascidas entre o início da década de 1980 e meados dos anos 1990 fazem parte da Geração Y, também conhecida como Millenial. Já os que nasceram de meados da década de 1990 até o fim dos anos 2000 integram a Geração Z.

03/12/19

Jornal da Universitária traz matéria da Agência UFC

Um artigo publicado na revista Vulnerable Children and Youth Studies (Estudos sobre Crianças e Jovens Vulneráveis) ajuda a identificar os fatores (os chamados preditores) que podem prever o risco de ocorrência da violência doméstica entre crianças e adolescentes, fenômeno complexo com muitas causas e elevados indicadores, mas pouca visibilidade. Para isso, a publicação dividiu os preditores em dois grupos: ser vítima ou ser promotor da violência (nomeado na pesquisa como perpetrador).

02/03/18

#1 – James Moura Jr. (reaPODERE)

Preocupados com o estado de violência e o extermínio da população jovem no Ceará, mais de 30 laboratórios, grupos de pesquisa e projetos de extensão das universidades cearenses se reuniram no Movimento Cada Vida Importa: A Universidade na Prevenção e no Enfrentamento à Violência no Ceará. Um dos grupos participantes desse movimento é a reaPODERE (Rede de Estudos e Afrontamentos das Pobrezas, Discriminações e Resistências) da Unilab.

26/02/18

Universidades lançam Movimento Cada Vida Importa

O estado do Ceará fechou 2017 com a marca de ano mais violento de sua história. Foram 5.134 homicídios, sendo 981 de adolescentes entre 10 e 19 anos. Este ano, apenas no mês de janeiro , ocorreram 469 homicídios , com registro de duas chacinas. Para tentar conter essa violência foi lançado na manhã desta segunda (26) o movimento “Cada Vida Importa: a Universidade na Prevenção e no Enfrentamento à Violência no Ceará”.