" />

03/12/19

Jornal da Universitária traz matéria da Agência UFC

A pesquisa foi realizada nos Conselhos Tutelares de Fortaleza, com 3.926 processos de violência doméstica envolvendo crianças e adolescentes em 2011 (Foto: Alexas Fotos por Pixabay/Divulgação)

Um artigo publicado na revista Vulnerable Children and Youth Studies (Estudos sobre Crianças e Jovens Vulneráveis) ajuda a identificar os fatores (os chamados preditores) que podem prever o risco de ocorrência da violência doméstica entre crianças e adolescentes, fenômeno complexo com muitas causas e elevados indicadores, mas pouca visibilidade. Para isso, a publicação dividiu os preditores em dois grupos: ser vítima ou ser promotor da violência (nomeado na pesquisa como perpetrador).

“Quando encontramos os determinantes, no caso aqui os preditores, temos como alertar aqueles que criam as políticas sociais, dando pistas dos aspectos que devem ser trabalhados para evitar que mais crianças e adolescentes promovam ou sofram violências”, explica Adriano Ferreira Martins, enfermeiro, mestre em Saúde Pública pela UFC e um dos autores do artigo.

A matéria completa sobre a pesquisa está disponível no site da Agência UFC, canal de divulgação científica da Universidade.

Ouça aqui a versão para rádio da reportagem*:

*Reportagem de Síria Mapurunga

Tags:, , , ,

Deixe uma resposta

*