Tag Archives: Ceará Sonoro

21/06/19

Ceará Sonoro #99 – Luiza Nobel

A artista Luiza Nobel é a convidada desta semana do podcast Ceará Sonoro. Acompanhada pela musicista Brenna Freire (violão), a cantora e compositora fala do seu começo em festivais estudantis, das vivências que fortaleceram seu empoderamento e dos caminhos que influenciaram seu som e suas escolhas.

07/06/19

Ceará Sonoro #98 – Pedro Falcão

Nesta edição, o Ceará Sonoro traz o cantor e compositor Pedro Falcão. O artista fala sobre o processo de criação do seu disco de estreia, Tecnologia Orgânica. O novo trabalho, com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2019, conta com a produção do Caio Castelo e a parceria dos músicos da Sertônica: Alisson Félix (guitarra), Glauber Alves (baixo) e Bruno Vasconcelos (bateria).

03/05/19

Ceará Sonoro #96 – Nara Hope

O Ceará Sonoro traz como convidada, nesta edição, a cantora e compositora cearense Nara Hope. A artista lançou, em fevereiro de 2019, seu primeiro EP, chamado Vênus. O trabalho, segundo ela, exalta o feminino a partir de suas vivências em Fortaleza e conta com o apoio do selo independente Frutos.

18/04/19

Ceará Sonoro #95 – Juvenal

O Ceará Sonoro desta semana traz como convidado o cantor e compositor Juvenal, que acaba de lançar o segundo EP de sua carreira, q’entoa. O trabalho com cinco novas canções trata, segundo o cantor, de uma busca interna.

08/02/19

Ceará Sonoro #94 – Nego Gallo

Nesta edição do Ceará Sonoro, o rapper Carlos "Nego" Gallo fala sobre o processo de criação da sua nova mixtape Veterano, lançada em janeiro de 2019, em meio aos ataques que se espalharam pelo Ceará.

01/11/18

#90 – Coral da UFC

A água é elemento constante no planeta Terra. Ela integra 70% do corpo dos seres humanos, transforma as plantações e é indispensável para a vida e as relações afetivas. Foi pensando nesse elemento primordial que o Coral da UFC, nas vésperas dos seus 60 anos de existência, elaborou o espetáculo d'Água.

05/10/18

#88 – Espelho Negro

No final de 2017, Mateus Mesmo escreveu um trecho de uma música sobre segurança pública. Essa era a sua primeira experiência com o rap. Porém, ele não queria fazer isso sozinho e resolveu convidar outras pessoas para construir esse som de forma coletiva. Surgia aí, inicialmente, o Coletivo Manifesto com a música A guerra entre nós. O coletivo de produção cultural formado por artistas de diversas áreas de atuação, como música, artes visuais, poesia e audiovisual, hoje se chama Espelho Negro.

13/07/18

#82 – Bi Santana

Foi preciso viajar até o outro lado do planeta, na Coreia do Sul, para que a cearense Bi Santana encontrasse seu parceiro que hoje é inseparável: o Ukulele. Ela já tinha uma forte uma ligação com a música aqui, mas foi com o pequeno instrumento de origem havaiana que encontrou o seu som.

09/03/18

#74 – Dona Zefinha

Entre uma brincadeira e outra dos irmãos Orlângelo Leal, Ângelo Márcio e Paulo Orlando nasceu a Dona Zefinha. Com uma linguagem musical e dramaturgia próprias, o grupo Dona Zefinha apresenta uma união entre música, teatro, elementos circenses e de espetáculos de rua.

06/12/17

Rita de Cássia: canções que marcaram como tatuagem

"Tocar o coração das pessoas não é tarefa muito fácil". Para Rita de Cássia, considerada a maior compositora de forró do Brasil, a música precisa ter letra e poesia para poder se eternizar e passar de geração para geração. Esse caminho até o sucesso, Rita conhece muito bem. Seus versos, interpretados pela banda Mastruz com Leite, viraram hits e ela se transformou em uma influência para outros compositores de forró. E foi com a canção Meu Vaqueiro, Meu Peão que Rita ganhou projeção nacional e viu sua música ser considerada o marco do forró moderno.