" />

25/07/18

Rádio Debate pauta encarceramento em massa de mulheres

Entre os anos 2000 e 2016, a população carcerária feminina no Brasil cresceu 698% (Foto: Reprodução/ Internet)

Dia 25 de julho é o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. Nessa data, a edição do Rádio Debate discutirá o encarceramento em massa de mulheres no Brasil e Ceará.

O mote do programa parte do lançamento do projeto “Tecendo Negras Liberdades” em Fortaleza, hoje, às 18h. Apoiado pelo Fundo Brasil de Direitos Humanos, o projeto vai contribuir para que as mulheres negras em conflito com a lei tenham acesso à Justiça. A perspectiva é de ampliar a garantia dos direitos dessas mulheres e reduzir o número de prisões provisórias no Ceará.

Atualmente, o Brasil ocupa hoje o quarto lugar no ranking da população encarcerada no mundo e o quinto lugar quando consideradas apenas a prisão de mulheres. Recentemente, o Ministério da Justiça divulgou dados indicando que, entre os anos 2000 e 2016, a população carcerária feminina no país cresceu 698%. Um agravante desta realidade é que a maioria da população carcerária é presa provisória, ou seja, não foi julgada e condenada.

As convidadas do programa são: Margarida Marques, integrante da Inegra - Instituto Negra do Ceará; Karen Benevides, do Fórum Cearense de Mulheres (FCM) e Articulação de Mulheres Brasileiras; e Juliane Melo, do Escritório de Direitos Humanos e Assessoria Jurídica Popular Frei Tito de Alencar.

Rádio Debate é exibido de segunda a sexta, às 11h30, tem apresentação de Pedro Vitor, produção de Raquel Chaves e apoio à produção de Luís Valente.

Tags:, , , ,

Deixe uma resposta

*