" />

06/10/17

Marcos Lessa e o amor pela música popular brasileira

Marcos Lessa compôs sua primeira música aos 12 anos de idade (Foto: Guto Costa)

São 10 anos de estrada, 5 álbuns lançados e diversos singles. O jovem cantor e compositor cearense Marcos Lessa traz na bagagem muito mais que o samba de raiz apresentado ao grande público em 2013, no programa The Voice Brasil. Ele poderia ter se tornado instrumentista, por exemplo, afinal a música sempre foi uma influência presente sendo filho de pai músico e mãe compositora. Mas as Águas de Março, entretanto, foram decisivas para determinar quem seria o futuro Marcos Lessa. Com cerca de 11 anos de idade, a leveza da canção e a voz inconfundível de Elis (de quem ele é fã declarado) foram determinantes para que o cantor se apaixonasse ainda mais pela Música Popular Brasileira (MPB).

Neste ano, Marcos lançou seu show e DVD, intitulado Sal. Com canções autorais, ele comemora a primeira década de carreira, além de lançar dois singles, O amor é capaz e Moa, esse segundo confirmado para a trilha sonora da novela A Força do Querer. Desanimado com o panorama atual da música popular brasileira, Marcos teve sua fé renovada com a canção O amor é capaz, composição de Thiago Silva e Sergio Jr. A música traz na leveza de sua melodia e otimismo de sua letra, um novo momento para a carreira do cantor cearense.

O artista participou do The Voice Brasil, em 2013, indo até as semifinais com a atriz, cantora e compositora paraibana Lucy Alves. Ele reconhece que o programa tem um caráter de entretenimento, mas pontua o aspecto positivo do intercâmbio com outros artistas. "Inclusive, eu perdi o preconceito que eu tinha com outros estilos musicais depois que eu fiquei amigo dos outros cantores." Marcos também fala das influências musicais que cada cantor leva de seu convívio, de suas experiências. "Conhecendo a história de cada cantor, eles defendem a música que se encontra no contexto onde são criados. Eu fui criado ouvindo música brasileira, se tivesse sido criado no morro, ouvindo funk, eu era cantor de funk. Se eu tivesse sido criado lá em Madureira, no Rio de Janeiro, ouvindo pagode, eu era cantor de pagode." explica.

Tributos

As grandes vozes da MPB fizeram parte da formação musical de Marcos Lessa. Ele relata que trazer essas vozes para dentro de seu trabalho também se configura como um forma de contribuir com a música popular e de renovar seu repertório. A canção Estradas, de Gonzaguinha, é um desses exemplos, a música que existe apenas em versão ao vivo, foi gravada por Marcos em estúdio. Além de Gonzaguinha, diversos artistas já foram homenageados por ele, Wilson Simonal, Clara Nunes e várias outras vozes marcantes. O cantor cearense revela que está preparando, também, um tributo à outra grande voz da terra, nosso querido Belchior. No espetáculo, Marcos interpretará não somente as canções, mas o próprio rapaz latino americano. Além disso, pretende fazer homenagens àquela que é uma de suas maiores inspirações, e de quem é um grande fã, Elis Regina.

Confira a entrevista*:

*Esta entrevista foi concedida nos estúdios da Rádio Universitária FM no dia 21 de setembro de 2017.

A seção Ceará Sonoro teve produção e apresentação de Emanuel Silva; operação de áudio de José Raimundo Lustosa; orientação de Carolina Areal e Igor Vieira; coordenação de Caio Mota; e direção de Nonato Lima

Tags:, , , ,

Deixe uma resposta

*