Tag Archives: gustavo castello

27/05/20

Quais os reflexos da escravidão na sociedade brasileira?

No Brasil, um negro tem quase três vezes mais chances de ser assassinado do que um branco. O dado foi revelado pelo IBGE, no informativo Desigualdades Sociais por Cor ou Raça, que analisou o número de assassinatos entre 2012 e 2017. Foram 255.000 pessoas negras assassinadas durante o período. O último Anuário Brasileiro de Segurança Pública revela que 75,4% das mortes decorrentes de operações policiais no Brasil são de pessoas negras. O problema da violência está longe de ser o único enfrentado pela população negra no País. Mesmo no século XXI, os negros são as principais vítimas da escravidão, que é considerada crime no Brasil desde a assinatura da Lei Áurea em 13 de maio de 1888. Segundo a ONG Repórter Brasil, entre 2016 e 2018, de cada cinco trabalhadores resgatados em situações análogas à escravidão, quatro eram negros.

19/05/20

Enem e distanciamento social no Brasil de desigualdades

Além da saúde, a pandemia da Covid-19 trouxe a milhões de estudantes brasileiros mais um motivo de preocupação: as condições de preparação para o Enem - Exame Nacional do Ensino Médio e o debate sobre a manutenção do calendário oficial das provas. A União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) pleiteiam o adiamento do Enem para impedir que alunos sejam prejudicados. As duas entidades criaram uma petição online e buscaram medidas judiciais para pressionar as autoridades competentes.

04/05/20

A importância da comunicação no combate à Covid-19

Ficar em casa, sair com máscaras, lavar bem as mãos. Você deve ter escutado essas recomendações nas últimas semanas e, certamente, elas vieram de algum meio de comunicação, seja ele rádio, TV ou internet. A informação é fundamental para se proteger da Covid-19. Buscar saber como se prevenir e se há alguma vacina no horizonte se tornou hábito para muitos de nós. Os meios de comunicação são nossos aliados em tempos de pandemia.

08/04/20

Novas rotinas: É tempo de ficar em casa

A Organização Mundial da Saúde e o Ministério da Saúde do Brasil têm sugerido isolamento social para conter a pandemia mundial da Covid-19. Em todo o país, estados adotaram essa estratégia em diferentes graus, fazendo com que muitas pessoas fiquem em casa e saiam o mínimo possível. Diante dessa nova e, para muitos, inédita realidade, muita gente tem adaptado sua rotina para realizar, em suas residências, atividades que antes eram feitas fora delas. Além do trabalho, outras práticas, como a realização de exercícios físicos debaixo do próprio teto, precisam ser adotadas em tempos de distanciamento.

07/04/20

Novas rotinas: Trabalhando fora de casa

Em meio à pandemia mundial de Covid-19, países por todo o mundo têm seguido medidas de isolamento social para diminuir a propagação do vírus. Algumas pessoas conseguiram adaptar sua rotina de trabalho dentro de seus lares, realizando o chamado home-office. Porém, para muitos, ficar em casa não é uma opção. São os profissionais de serviços essenciais que precisam sair de suas casas todos os dias. Fazem parte dessa lista pessoas que trabalham na saúde, segurança pública e serviços de abastecimento, por exemplo.