26/07/18

Atividade pesqueira no Brasil é tema do Bom Dia Produtor

Os programas falaram sobre temas como manejo na criação de peixes e reprodução de peixes e crustáceos (Foto: Agência Brasil/Internet)

O programa Bom Dia Produtor - Um Caminho da Universidade ao Produtor Rural abordou a atividade pesqueira no Brasil em dois programas de outubro de 1988, com objetivo de orientar o produtor rural a conquistar seu espaço como elemento fundamental à manutenção da sociedade.

Segundo o apresentador Fábio Queiroz, a pisicultura no Brasil era tema para os pesquisadores e agências de desenvolvimento, pois essa atividade agrícola tinha o mais alto potencial de produção animal, pela rápida multiplicação e por ser a maneira mais fácil de se produzir proteína animal. Os programas falaram sobre temas como manejo na criação de peixes e reprodução de peixes e crustáceos.

As edições de Bom Dia Produtor contaram com a presença de José Raimundo Bastos, mestre em ciências pela Universidade de Campinas e professor do curso de Engenharia de Pesca da UFC; e da professora doutora Maria Ivone Mota Alves, do departamento de Engenharia de Pesca do Centro de Ciências Agrárias e doutora em fisiologia animal pela Universidade de São Paulo. A entrevista com Maria Ivone foi conduzida pelo professor Antônio Parente.

Dia 9 de julho, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) prevê um crescimento de 33% do consumo de pescado na América Latina e no Caribe até 2030, de acordo com o relatório “O Estado Mundial da Pesca e Aquicultura 2018 (SOFIA, sigla em inglês)”. O documento prevê que a região cresça 24,2% na produção pesqueira (pesca e aquicultura), passando de 12,9 milhões de toneladas para 16 milhões de toneladas.

Neste mês também foram também lançadas três publicações sobre a pesca sustentável no Norte e Nordeste do Brasil, pelo Projeto Pesca Sustentável na Costa Amazônica (PeSCA), uma parceria entre Unesco e Fundo Vale.  O objetivo dos documentos era avaliar contextos sociais, culturais, econômicos e ambientais em que vivem os moradores de cerca de 10 mil famílias de quase 30 comunidades pesqueiras que integram a iniciativa no Amapá, Maranhão e Pará.

O programa visa melhorar a renda e a qualidade de vida dos pescadores do litoral brasileiro e garantir que o uso dos recursos pesqueiros locais sejam ecologicamente responsável.  Segundo o oficial de Meio Ambiente da UNESCO no Brasil e coordenador do projeto, Massimiliano Lombardo, com esses diagnósticos pretende-se contribuir para preencher a lacuna existente em termos de informações e dados estatísticos a respeito da pesca artesanal no país .

Ouça os programas Bom Dia Produtor dos dias 7 e 15 de outubro de 1988: 

Essas edições do programa Bom Dia Produtor teve produção de Antônio Parente, apresentação de Fábio Queiroz, com técnica de som de Paulo Roberto Frazão e áudio de Everardo de Souza.

Últimas postagens

(Foto: Joyce Gilos Torrefranca/Facebook)
Meninos de rua e educação no Ciência, Desafio da Terra
Além da Escolinha do Professor Raimundo, João Neto também fez participações nos programas de Tom Cavalcante e Faustão (Foto: Reprodução/Internet)
Programa Entrevista com o humorista João Neto
Paulo Freire em foto de 1989 (Foto: Silvio Correa/Agência O Globo)
Programa Opinião recebeu o educador Paulo Freire
Os médicos Tarcísio Dias, Neile Torres e Dalgimar Beserra participaram do Rádio Debate sobre o Programa Mais Médicos, em julho de 2013 (Foto: Arquivo RUFM)
Rádio Debate: o Programa Mais Médicos em 2013
A radionovela foi resultado de uma parceria entre a Universitária FM, a Casa de Artes do IFCE e o setor de comunicação do Instituto (Foto: Divulgação)
A mão que balança o bolso foi destaque em 2016
Tags:, ,

Deixe uma resposta

*