19/10/17

Teatro de bonecos é destaque no programa Entrevista

Augusto Bonequeiro se apresenta constantemente com o boneco Fuleiragem pelo Brasil (Foto: Reprodução/Internet)

A expressão “bonequeiro” é uma marca registrada da fala cearense, um jeito de se referir a uma pessoa que reclama e arruma problemas. Mas no dia 28 de outubro de 1993, o programa Entrevista, com produção de Marta Aurélia e locução de Eleuda de Carvalho, recebeu um bonequeiro cheio de sorrisos: Augusto Oliveira, o Augusto Bonequeiro, figura central do teatro de bonecos no Ceará.

No programa, Augusto fala de sua trajetória como bonequeiro no estado, especialmente com o Grupo Folguedo, fundado por ele e por Zilda Torres em 1983. Augusto e Zilda chegaram à Fortaleza em 1981, buscando formar um público para o teatro de bonecos com apresentações gratuitas em escolas. “Chegamos com dinheiro pra passar uns seis meses atrás de trabalho, mas no terceiro mês já estávamos vivendo do trabalho [teatro de bonecos]”.

Com o Grupo Folguedo, Augusto Bonequeiro montou uma “casa de bonecos” na rua Carlos Vasconcelos, fazendo oficinas permanentes de confecção de bonecos de teatro, e participou de cursos de ensino de confecção no interior do estado, ligados às Secretarias de Cultura e Educação. “Eu acho que milhares de pessoas tiveram cursos nossos durante os períodos de 1983 a 1986, mais ou menos”.

Durante a entrevista, Augusto avalia que grande parte do sucesso do Grupo Folguedo estava na “tradução” do espírito do teatro de bonecos do interior do Nordeste para a linguagem do consumo artístico da cidade. “Quando nós somos convidados pra irmos na Europa, representar o Brasil em vários festivais internacionais, é porque nós somos um grupo que espelha o mais fielmente possível para um grupo erudito a realidade popular de bonecos do Brasil”.

E o renome do bonequeiro não se resumiu ao Grupo Folguedo, que deixou de existir no mesmo ano da entrevista de Augusto na Rádio Universitária FM: desde então, o bonequeiro trabalhou frequentemente no Ceará, na televisão, e em festivais nacionais e internacionais. Em julho e agosto de 2017, sua carreira de sucesso foi tema da exposição Circula Boneco Nordeste, organizada pela parceira de longa data Ângela Escudeiro, onde alguns de seus mais importantes bonecos foram rememorados. Ao que tudo indica, Augusto não tem motivo pra “botar boneco”.

O programa Entrevista com o convidado Augusto Bonequeiro foi veiculado em 28 de outubro de 1993, com produção de Marta Aurélia, locução de Eleuda de Carvalho e operação de áudio de José Raimundo Lustosa.

Últimas postagens

O programa Centro de Debates de 11 de setembro de 1988 trouxe como tema a Ecologia (Foto: Reprodução/Internet)
Centro de Debates: Ecologia, um meio ou um fim?
O programa Caminhos da Cultura apresentou reflexões sobre Deus e amor, com o seu natural decorrente, o sexo (Foto: Reprodução/Internet)
Caminhos da Cultura: Deus, amor e sexo
O Theatro José de Alencar, situado no Centro de Fortaleza, é um patrimônio histórico tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) (Foto: Reprodução/Internet)
Coisas Nossas: Turismo e patrimônio histórico de Fortaleza
Nanci Alves e Ênio Reis apresentando o programa Carretel de Invenções (Foto: Reprodução/Internet)
Carretel de Invenções: A cidadania nas ondas do rádio
(Foto: Joyce Gilos Torrefranca/Facebook)
Meninos de rua e educação no Ciência, Desafio da Terra
Tags:, , ,

Deixe uma resposta

*