17/05/17

Psiquiatria no Brasil

18 de maio é o dia nacional da Luta Antimanicomial (Foto: Reprodução Internet)

O Memória desta semana volta 31 anos no tempo e aterriza em 5 de setembro de 1986. O tema do programa Centro de Debates daquele dia foi a Psiquiatria no Brasil. A apresentadora Fátima Leite recebeu os doutores Gerardo da Frota Pinto, psiquiatra e professor titular da disciplina de psiquiatria da Faculdade de Medicina da UFC, José Jachson Sampaio, psiquiatra e professor de planejamento de administração de saúde da Universidade Estadual do Rio de Janeiro e o Luiz Gonzaga Pereira Leal, pernambucano, terapeuta ocupacional e professor da Universidade Federal de Pernambuco. Os doutores conversam sobre a saúde mental no Brasil, assunto que está em sintonia com o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, comemorado em 18 de maio.

Os convidados entram em acordo logo no início do programa quando concordam que a saúde mental do brasileiro está interligada à saúde de um modo geral. Gerardo Pinto também esclarece que a saúde social influencia diretamente no bem estar geral do indivíduo.  José Jachson afirma que o indicador de internamentos não reflete a realidade da saúde mental brasileira, já que muitas pessoas usam internações para outros fins, como licenças médicas. Ele afirma que esse dado serve mais para indicar problemas sociais do que mentais e revela que em países com classes sociais diferentes, as maneiras de adoecer, sofrer a condição humana e morrer são diferentes.

Luiz Gonzaga pondera que para ajudar essas pessoas, os profissionais de saúde devem ter um mínimo de sensibilidade. Gerardo clarifica que os problemas sociais não obrigatoriamente refletem nos distúrbios mentais, já que os EUA, país mais rico e desenvolvido do mundo, tem um grande índice de doenças mentais, violência, criminalidade e alcoolismo. O debate começa de fato quando os doutores discutem se o contexto social influencia ou não nos problemas mentais.

O programa Centro de Debates com o tema "Psiquiatria no Brasil" foi ao ar no dia 05 de setembro de 1986, teve apresentação e produção de Fátima Leite e operação de áudio de Assis Lima. Confira na íntegra:

Últimas postagens

A história cearense está marcada pela triste realidade de extermínio indígena (Foto: Reprodução/Internet)
A história do índio cearense no Coisas Nossas
De acordo com Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (PRODES), 8.000 km² foram desmatados entre 2015 e 2016 (Foto: Reprodução/Internet)
Preservação da Amazônia no Ecologia sem Fronteiras
Rita Lee é uma das mulheres mais importantes para a história da música brasileira (Foto: Reprodução/Internet)
A Mulher ao Longo da História
O Campo do Prado (Benfica) recebeu a primeira partida do Campeonato Cearense transmitida pela Ceará Rádio Clube (Foto: Arquivo Nirez)
A História do Rádio no Ceará – Parte 2
A Ceará Rádio Clube foi a primeira rádio oficial de Fortaleza (Foto: Reprodução/Internet)
A História do Rádio no Ceará – Parte 1

Deixe uma resposta

*