" />

14/01/20

Universitária Especial fala sobre a Hanseníase

A doença, que afeta principalmente a pele e os nervos das extremidades do corpo, tem cura (Foto: Reprodução/ Internet)

Neste mês, acontece o Janeiro Roxo, dedicado à conscientização sobre a Hanseníase. Antes chamada de lepra, é considerada a doença mais antiga do mundo, com referências a ela na Bíblia e ainda se fala que os primeiros registros escritos sobre a enfermidade são do Egito, milhares de anos antes de Cristo.

No passado, quando não havia tratamento, as pessoas atingidas pela Hanseníase eram isoladas e sofriam muita discriminação. Com o avanço da medicina, hoje, a doença, que acomete principalmente a pele e os nervos das extremidades do corpo, tem cura.

Para saber mais sobre a Hanseníase, o Universitária Especial conversou com Araci Pontes, dermatologista e diretora-técnica do Centro de Dermatologia Dona Libânia, referência no tratamento da doença, e com Sacha Nogueira, professora orientadora da LADES, Liga Acadêmica em Doenças Estigmatizantes da Universidade Federal do Ceará.

O programa vai ao ar no dia 19, às 14h30, com reprise, no mesmo horário, no dia 26, quando é celebrado o Dia Nacional de Combate e Prevenção da Hanseníase. A data acontece todos os anos no último domingo de janeiro.

Serviço
Universitária Especial: Hanseníase
Dia 19, às 14h30 (reprise no dia 26, às 14h30)
Indicado para todos os públicos

Deixe uma resposta

*