" />

08/03/18

Revista Dizer promove debate no Dia da Mulher

A cearense Maria da Penha é símbolo da luta pelos direitos das mulheres (Foto: Reprodução/Internet)

Trazendo como tema “Conscientização, Proteção e Assistência: Diálogos Sobre a Cooperação do Judiciário para Defesa dos Direitos da Mulher”, a revista Dizer marca o início do ano letivo com um grande debate fornecendo uma abordagem crítica com profissionais renomados e experientes na luta pela defesa da mulher. Heron Teixeira, diretor de marketing da revista, fala sobre a temática a ser debatida e sobre os debatedores:

Nós planejamos uma palestra para tratar o tema de violência doméstica e o fomento dos direitos da mulher. A gente vai fomentar um debate com a doutora Rosa Mendonça que é juíza titular do Juizado de Violência Doméstica em Fortaleza, e que também começou alguns programas como o Ronda Maria da Penha. A gente também convidou o doutor Emanuel de Castro Pinto, que é promotor de justiça no Ceará e atua na 1ª Promotoria de Justiça Auxiliar do Juizado da Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher. Na mesa, a gente também convidou a doutora Yasmim Ximenes, que foi delegada da Polícia Civil do Ceará e atuou, em 2017, na Delegacia de Proteção à Mulher. Para mediar esse debate, um professor da casa: doutor Alex Santiago, advogado criminalista.

Segundo Heron Teixeira, o tema se torna relevante, não apenas por hoje se comemorar o Dia Internacional da Mulher:

É importante debater porque os números só crescem. A violência não é só pontual, é reincidente. As vítimas de violência doméstica, seja a mulher, seja o filho, ou até mesmo uma pessoa em situação de vulnerabilidade diversa a essa, sofrem cotidianamente um cárcere ou uma tortura psicológica. Se as pessoas não debaterem isso, as vítimas passam despercebidas.

O debate é aberto para todos os públicos e, segundo Heron Teixeira, a ideia é trabalhar com diferentes linguagens e percepções para melhor entender o tema e suas peculiaridades:

A gente quer chamar as pessoas que se enquadram no grupo de risco pra saber qual é realmente a demanda, qual é a realidade. Por mais que se teorize, por mais que se pesquise, a revista Dizer que tem como lema “não importa o seu título e sim o que você tem a dizer” convida qualquer pessoa, seja graduando, graduado, mestre ou doutor, profissional de carreira ou até mesmo um jovem pesquisador ou uma pessoa em estado de vulnerabilidade, pra participar deste debate e contribuir para o nosso crescimento.

O debate acontece nesta quinta (08) a partir das 19h, no anfiteatro da Faculdade de Direito da UFC.

Reportagem de Vânia Tjara.

Tags:, , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

*