16/12/16

Pausa Musical especial 1981 – parte 5

Sede da Rádio Universitária FM, no bairro Benfica, em Fortaleza/CE.
(Foto: Junior Panela/CCSMI-UFC)

Em outubro de 2016, celebramos os 35 anos de fundação da Rádio Universitária FM 107,9 MHz. Como parte da programação comemorativa, na semana entre os dias 10 e 14 de outubro, o programa Pausa Musical trouxe uma série especial com fatos históricos e sucessos musicais do ano de 1981. A Rádio Universitária FM foi oficialmente criada em 15 de outubro naquele ano com o prefixo ZYC-407, vinculada à Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura (FCPC) e à Universidade Federal do Ceará (UFC).

O ano de 1981 teve fatos importantes no campo da música, em particular com vozes femininas da MPB, como o show Clara Mestiça, da cantora Clara Nunes (1942-1983), com direção de Bibi Ferreira e roteiro de Paulo César Pinheiro e Maurício Tapajós. No espetáculo, Clara interpretou grandes sucessos da época, como a canção Morena de Angola, de Chico Buarque. No mesmo ano, Rita Lee lançou o disco Saúde, e emplacou as canções Atlântida Banho de Espuma, composições dela em parceria com Roberto de Carvalho. Arco-íris Lápis de Cor, da cantora e compositora Fátima Guedes, Meu Dia de Graça, de Leci Brandão na voz de Alcione, e Dona dos teus olhos, de Humberto Teixeira na interpretação de Elba Ramalho são exemplos de outras canções que fizeram parte das programações de emissoras de rádio por todo o Brasil, incluindo a nossa Rádio Universitária FM.

O programa Pausa Musical de 14 de outubro de 2016 teve produção de Maura Mello e Marcos Almeida, apresentação de Tetê Carvalho, e operação de áudio de José Raimundo Lustosa e Assis Lima. Ouça o programa completo, dividido em dois blocos:

Últimas postagens

Antes do sucesso, o cantor e compositor cearense foi camelô (Foto: Reprodução)
Memória – Messias Holanda
Direitos das mulheres no Opinião
Formas de impedir que larvas do mosquito da dengue cresçam foram pauta do Saúde da Gente (Foto: Reprodução/Internet)
A Saúde da Gente informa maneiras para evitar a dengue
Reprodução/Internet
Programa Opinião discute privatização do ensino público
Cinema e política cultural com Eusélio Oliveira

Deixe uma resposta

*