13/01/17

Entrevista Especial com Everardo Sobreira

"Ser radialista é vocação. Ou você nasce com aptidão para as coisas do rádio ou não adianta tentar" , afirma Everardo Sobreira. (Foto: Marco Fukuda)

Everardo Sobreira é professor aposentado, radialista e, desde 1983, produtor e apresentador do programa Antologia da Música Popular Brasileira, transmitido aos domingos na Rádio Universitária FM 107,9, de 13h às 14h. No mês de outubro, Everardo foi um dos convidados do Entrevista Especial, programa que integrou a programação especial do aniversário de 35 anos da Universitária FM. Resgatamos nesta semana, na seção Memória, o seu depoimento. Na conversa, ele relembra a presença constante e transformações do rádio durante sua infância e juventude, entre as décadas de 1940 e 1960.

Everardo, ou "besouro", como ficou conhecido na escola devido à voz grave, brincava de imitar os locutores de rádio desde criança. Todos os dias, ligava o rádio na sala de jantar e sintonizava na Rádio Nacional do Rio de Janeiro AM 1130 kHz, emissora fundada em 12 de setembro de 1936 e em atividade até os dias atuais, como integrante rede de rádios da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Enquanto se deixava encantar pelas ondas sonoras do aparelho, Everardo cultivava o sonho de trabalhar no rádio, embora ser radialista na época fosse considerado profissão para "ou boêmio ou vagabundo".

Em 1961, veio a grande oportunidade de realizar o sonho. Everardo foi convidado para ser locutor do programa Alô Sertão da Rádio Assunção, onde permaneceu de 1964 a 1966. Segundo conta o radialista, o Alô Sertão foi o primeiro programa radiofônico a realizar um concurso de sanfoneiro, em 1965. Francisco Justino foi o vencedor e o prêmio, um acordeão, foi entregue pelas mãos do mestre Luiz Gonzaga.

Embora tenha sido eleito vereador em 1967, Everardo não tardou a voltar aos estúdios. No ano seguinte, foi trabalhar na Rádio Verdes Mares. Já em 1974, iniciou sua carreira como apresentador de telejornal ao lado de Oliveira Filho, na TV Educativa. Chegou à Rádio Universitária FM em 1981, a convite do professor Raimundo Holanda Farias, para trazer a voz do rádio para uma emissora que ainda engatinhava. Na Universitária FM, Everardo trabalhou inicialmente no programa Reouvindo o Nordeste e logo foi transferido para o setor de jornalismo da casa. Desde 1983, ele está à frente do programa Antologia da Música Popular Brasileira, que se propõe a preservar os grandes clássicos da MPB.

O programa Entrevista Especial com Everardo Sobreira de 15 de outubro de 2016 teve produção e apresentação de José Rômulo e operação de áudio de José Raimundo Lustosa e Assis Lima. Ouça o programa completo:

Deixe uma resposta

*